A História de Um Romace

“Foi no meio de uma micareta que eu o vi pela primeira vez. Parecia cena de um filme quando a mocinha vê o príncipe e tudo fica lento, foi exatamente assim. Eu não imaginava que essas coisas pudessem acontecer, mas elas acontecem. Naquele momento eu te quis pra mim, eu sabia você seria meu. Não me pergunte como, eu apenas sentia.

Eu avisei as amigas sobre você, apontei e falei, mas não deu, fui levada por uma maré de gente que passava por lá, eu te perdi de vista e quando voltei você estava beijando outra, foi quando pareceu tudo estar perdido. Mas eu não podia deixar daquele jeito, você ainda era meu, ou seria.

Por coincidência, ironia do destino, ou Deus, um amigo nosso apresentou a gente, dois beijos nas bochechas, nós nos olhamos e nos beijamos de verdade, sem dizer uma palavra, como um plug se encaixa numa tomada, esse foi o nosso beijo, pura conexão.

Eu te perdi no mar de gente novamente, estava dando a minha hora e eu tive que ir pra casa, no final daquela noite, quando eu estava de saída, passei ao lado do palco e lá estava você, sorrindo e me olhando com o canto dos olhos, desconfiado, como se quisesse me dizer algo, eu, envergonhada, sorria de volta. Foi quando de longe você levantou os braços e fez números com as mãos pra que eu pudesse salvar seu telefone na minha agenda, mas eu não entendi. Olhando mais um pouco, vi que você estava acompanhado de um grupo de rapazes dos quais eu conhecia, sim eu conhecia, eram os meus amigos! Mas o que eles faziam lá com você? Me senti ridícula na hora e dei risada de mim mesma, pois parecia tão impossível conhecer você. Naquele momento foi começando a se formar um pensamento na minha cabeça de que alguém teria planejado aquilo tudo pra nós dois.

Quando cheguei em casa mais uma surpresa sua, havia um sms seu no meu celular, nós conversamos por horas e marcamos de nos ver no outro dia, eu mal podia esperar.  Foi a melhor semana da minha vida, eu estava animada com todas as coisas boas que estavam acontecendo e não foi uma daquelas semanas que passam rápido por ser boa, parece que nós nos conhecíamos havia anos, vivemos como se fossemos únicos um pro outro e éramos. Eu te apresentei minhas amigas, pois os amigos você já conhecia, todos nos adoravam juntos, até quem não nos conhecia. Éramos perfeitos. Mas a semana acabou e você teve que partir.

Eu confesso que o meu coração ficou em pedaços, mas eu ainda sorria, eu sabia que você também estava triste, mas você tinha que ir.

As semanas sem você eram longas, eu lembrava a cada dia como se tivesse passado no dia anterior, foi assim por meses. Nós conversávamos todos os dias, o tempo inteiro. Fazíamos planos e achávamos graça de coisas nossas. Você fazia falta.

Mas o tempo passou demais pra nós dois, desapegamos, nos envolvemos com novos amores, mas sinto que esse sentimento vai estar sempre aqui, por ele nunca sai. Parece que quando eu olho pra casada daquele hotel, é você que eu vou ver, não é maluquice, eu olho na esperança de que os meus olhos enxerguem a pessoa maravilhosa que eu conheci um dia, como se você quisesse me fazer uma surpresa, mas não, é ilusão, pois você nunca está lá. Pra falar a verdade a cena de você sentado por horas na sacada do hotel olhando a rua é a que eu gosto mais de lembrar, ver você lá me fazia sentir coisas boas. Lembro-me que você sorria e acenava sempre.

Eu não desisti de encontrar você de novo e nem vou. Sei que quando te ver vou precisar me conter, vou te abraçar, sentir o seu cheiro e segurar a sua mão, sentir que tudo o tempo esperado, toda a saudade guardada valeu a pena. É como se você fosse feito pra mim e eu pra você, como se Deus quisesse que nós nos conhecêssemos, como se ele tivesse guardado um pro outro, tivesse planejado e  posto as coisas nos lugares certos nas horas certas, de alguma forma, nós só tínhamos que nos conhecer pra saber o que realmente é amar.”

Anúncios

Um comentário sobre “A História de Um Romace

  1. Valéria Oliveira! disse:

    Nada como uma história romântica pra dar um sentido novo nos nossos dias!
    Sonhar e mais sonhar! É tudo que eu mais amo fazer *-*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s